Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

19/06/2004

STATE OF MEN / CONDIÇÃO MASCULINA: The Sex-for-Food Program / Geometria feminina não euclidiana.

Summary for the sake of
Fascism is enemy of science. I mean, all kinds of fascism, such as communism, nazism, islamic fundamentalism and, last but not least, politically correctness.
Here stuff to give the politically correctness flock some scratch for the back of theirs, this weekend.
A research shows that historically sexual attraction lies on very practical things. The absence of a heat period in human beings and the female capability to offer sex constantly is a strategy to keep the male nearby to provide food and protection for the long period required to nurture the human child. A Sex-for-Food program should I say?
Another research shows the importance of female geometry to attract male and explains male preferences for wide hips (good for child bearing) and large breasts (that deliver more milk).
Now we are aware. Carpe diem.

__________________________________________________
[Geometria feminina não-euclidiana / non Euclidean Female Geometry]

As ideologias, em particular os fascismos, como o comunismo, o nazismo, o fundamentalismo islâmico, sem esquecer o politicamente correcto, são inimigas da ciência.
À tropa do politicamente correcto ofereço duas doses de sarna para se coçarem neste fim de semana, enquanto esperam pelo desafio ibérico do século.

Através dum link dos impagáveis Marretas, cheguei às investigações do professor Manuel Domínguez-Rodrigo, da Universidade Complutense de Madrid. Por razões que ele explica, a ausência do cio nos humanos, proporcionando uma oferta de sexo constante, ter-se-à desenvolvido como estratégia de atracção - um truque da espécie - para conseguir comida e protecção dos machos e garantir a sobrevivência da prole, conseguindo assim os melhores resultados genéticos para a espécie. Para usar a expressão crua do jornalista "as hominídeas do passado decidiram levar a cabo um intercâmbio comida-sexo". É claro que a melhoria histórica do nível de vida foi modificando gradualmente os termos do intercâmbio e da comida chegou-se até aos diamantes, no período imediatamente anterior ao advento da pílula. Este advento modificou tudo, por razões que um dia o Impertinências vai abordar.

Pode parecer um bocado suspeito citar uma fonte enviesada aos olhos do politicamente correcto (o Manuel é macho, supõe-se). Sendo o homem espanhol, isso também não ajuda aos olhos de 80% dos patrícios.
Cito, por isso, outra pesquisa (ver aqui e aqui) de Grazyna Jasienska da Jagiellonian University em Cracóvia, Polónia, que É MULHER e NÃO é americana. Esta pesquisa evidencia a importância da geometria feminina na atracção sexual - aparentemente mais um truque da espécie para levar o macho a preferir uma boa reprodutora. É mais um truque a juntar ao do sexo 24/7.

Sem comentários: