Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/06/2007

AVALIAÇÃO CONTÍNUA: os homónimos de Mateus

Secção Still crazy after all these years

Há um Augusto Mateus, ex-dirigente do MES, co-responsável por dinamitar uma escola de economia e ajudar a construir uma escola do poder popular que a substituiu durante 10 anos. Há outro Augusto Mateus que é professor doutor «catedrático» mas nunca chegou a acabar o doutoramento nessa mesma escola.

Há um Augusto Mateus que foi ministro do governo do engenheiro Guterres. Há outro Augusto Mateus que disse ontem ao Semanário Económico «enquadrava-me seguramente num governo como este» (o do outro «engenheiro»).

Há um Augusto Mateus que tem uma empresa de consultoria que faz parte do consórcio que estuda o ordenamento de actividades na envolvente da Ota. Há outro Augusto Mateus que parece fazer um estudo de avaliação da localização do novo aeroporto, não se sabe bem para quem, e que disse ontem ao Semanário Económico que Alcochete «pode vir a ser estudada» e «tem dimensão mais do que suficiente para se fazer algo mais flexível» e que a Ota «tem um conjunto de limitações dimensionais».

Por todos estes feitos oferece-se a cada um dos Mateus 3 bourbons e 4 chateaubriands.

Sem comentários: