Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/08/2017

Dúvidas (203) - LGBTQQIAAP? FYAYWSFWU!

Quando li o título «Breve história da comunidade LGBTQQIAAP» comecei por admitir que João Miguel Tavares estivesse a sofrer de delírios persistentes, talvez irremediavelmente afectado por aquele episódio em que Costa lhe ficou a tomar conta dos filhos, o que desde logo invocou a minha compreensão e solidariedade.

Uma googlada foi suficiente para me esclarecer a respeito da sanidade mental de JMT. Sim, é verdade, existe essa coisa LGBTQQIAAP, segundo uma fonte considerada geralmente credível, apesar de paga com o dinheiro dos contribuintes britânicos....

Um artigo com dois anos (como estamos atrasados!) da newsbeat da BBC «We know what LGBT means but here's what LGBTQQIAAP stands for» explica-nos pedagogicamente o que a maioria das criaturas normais (no sentido gaussiano) já sabia (L = lesbian, G = gay, B = bisexual, T = transgender) e o que só uma minoria privilegiada conhecia: Q = queer, Q = questioning, I = intersex, A = allies, A = asexual.

Agora não penseis que ficastes a saber tudo a este respeito. Ficai atentos porque em breve serão acrescentadas novas letras ao alfabeto dos sexos desviantes. Entretanto, permito-me acrescentar um acrónimo para designar um apelo às criaturas LGBTQQIAAP por parte das criaturas normais (no sentido gaussiano): FYAYWSFWU!

Sem comentários: